“Perseguição política e baixa”, diz Nogueira após denúncia sobre descumprimento de prisão domiciliar - DoAmapá.com “Perseguição política e baixa”, diz Nogueira após denúncia sobre descumprimento de prisão domiciliar - DoAmapá.com

“Perseguição política e baixa”, diz Nogueira após denúncia sobre descumprimento de prisão domiciliar



Nogueira tenta a reeleição ao diretório do PT no Amapá. Ele prestou depoimento no Ciosp do Pacoval e, em seguida, foi liberado.

Por Valdeí Balieiro

O ex-prefeito de Santana, Antônio Nogueira, foi flagrado fora da sua residência onde deveria estar cumprindo a prisão domiciliar imposta em condenação sofrida na justiça. Ele participava da eleição para o diretório estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) que acontece neste sábado (19) no Sindicato dos Servidores Públicos Federais Civis no Estado do Amapá (Sindsep). A defesa alega que ele tem permissão para transitar fora de domicílio.

Eleição acontece no Sindsep. (Fotos: Doamapa.com)

De acordo com amigos próximos ao ex-prefeito, uma mulher fez a denúncia alegando que Nogueira estaria descumprindo a decisão judicial. Uma guarnição da Polícia Militar se deslocou ao Sindsep onde constatou a presença de Nogueira no local. Após uma breve conversa, ex-prefeito foi conduzido até o Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) para prestar depoimento.

Liberado, Nogueira retornou ao evento onde tenta a reeleição para o diretório do PT e disse que não ficaria por estar “sem estômago para aturar o clima” que, supostamente, teria sido imposto por opositores. Na saída, ele disse estar sofrendo perseguição política, mas que segue tentando a reeleição.

Nogueira dividiu o público no local. Uma parte o aplaudia e a outra vaiava. (Foto: Doamapa.com)

“Perseguição política, baixa, porque tem o jogo político e ele pode ser bem jogado. Política é importante para mudar as coisas, mas quando ela é suja, complica. Então, vamos tocar a vida e a reeleição”, disse Antônio Nogueira.

Publicado em: 19/10/19


Compartilhe:

Deixe seu comentário